"Hoje acordei para ser feliz, nada menos que isso."

quinta-feira, 25 de março de 2010

Pertencer...




"Em minha inocência e ignorância...
eu atribuí a ELE o poder de liberar...
Produzir...alimentar..
Fazer o amor em mim e de mim...
Esse amor pertencia
exclusivamente a ELE,
ficando eu dele dependente para sempre.
Se, por alguma razão,
me deixasse ou não quisesse produzi-lo em mim,
eu secava de amor e...
o que é pior...
ficava em seu lugar em mim e no meu corpo,
uma sangrenta ferida, como a de uma amputação,
que não cicatrizaria jamais."









Um comentário:

  1. Lindo post lili,tão sincero que doeu ler,
    bjos te adoro guru

    ResponderExcluir